O que vem por aí…

Partiu_EmBreveOlá!

Para começar o ano de 2015 com o pé direito, comunicamos que a primeira minissérie produzida pela Colateral Filmes, Partiu?!, volta a grade da TVE (canal 07) em fevereiro! Ainda não viu a série? Então, te liga nos horários abaixo, com direito a reprise.

Episódio 01 – exibição: dia 06/02 – 22h | reprise: dia 08/02 – 16h30;

Episódio 02 – exibição: dia 13/02 – 22h | reprise: dia 15/02 – 16h30;

Episódio 03 – exibição: dia 20/02 – 22h | reprise: dia 22/02 – 16h30;

Episódio 04 – exibição: dia 27/02 – 22h | reprise: dia 29/02 – 16h30.

A minissérie tem direção de Bruno Carvalho, produção da Colateral Filmes e foi financiada pelo Pró-cultura RS e Secretaria de Estado da Cultura Rio Grande do Sul.

Anúncios

SHOW ANA LONARDI AO VIVO NO CANAL BRASIL

DVD ANA LONARDI_Foto06

No último final de semana recebemos uma grande notícia para fechar o ano de 2014! Estreou no Canal Brasil mais um conteúdo produzido no forno da produtora Colateral Filmes. Estamos falando do show Ana Lonardi: ao vivo no teatro de Câmara Túlio Piva.

O show, gravado em 2012, é o registro de uma das primeiras apresentações da cantora. Realizado em Porto Alegre, a apresentação contou com participações especiais do trompetista Jorginho do Trompete e do cantor, violinista e compositor Grecco Buratto. Em um pouco menos de uma hora, Ana Lonardi nos mostra algumas das canções, que misturam jazz com MPB e uma pitada de samba.

Foram duas exibições com direito a entrevista, tudo exibido no programa Faixa musical com Roberta de Sá. A apresentação segue na programação do Canal Brasil (150 da NET e 55 da Sky) em 2015. Você perdeu? Então, aguarde novas exbições, ou clique na foto acima e assista ao vídeo da faixa Maria bonita!

Feliz Ano Novo a todos!

Diário de produção: clipe “Estamos todos bem por aqui”

FotoClipeCabecaDeLata2Foi começo de outubro de 2014.

Começavam as gravações de mais um trabalho e não era um trabalho qualquer. Era a nossa terceira parceria com a banda Cabeça de lata! Na verdade, quarta. Já que no ano anterior, havíamos realizado um registro audiovisual do show de lançamento do segundo álbum da banda. De qualquer forma, era hora de abrir a lente da câmera e começar a gravar novamente! Sempre gostamos de estar no set de filmagem e ainda mais, quando se trata de produzir videoclipes.

A música deste trabalho se chama Estamos todos bem por aqui e conta a história de uma “anja” (tomando de livre inspiração poética na língua portuguesa), que desce à terra para procurar a alma de um homem que acabou de morrer. A concepção da ideia partiu do próprio vocalista da banda, Alexandre Oliveira, que também dirigiu o clipe. Nossa equipe contou com a produção de Eduardo Christofoli, fotografia de Juliano de Campos, maquiagem Bibis Giacomet e da assistência de produção/making of do Vitório Janini. Aqui deixamos um agradecimento especial à atriz Aline Neis, que interpretou a nossa “anja” com muita garra, suor e sangue.

O primeiro dia de gravação teve locações no centro da cidade, junto com o povo e bem perto dele! Ali, a nossa “anja” andava de bicicleta, procurando pela a alma perdida do nosso personagem. Foi muito legal ver a reação das pessoas, curiosas em saber do que se tratava: “uma campanha de marketing?”, “um comercial?”, “é um filme?”. Isto tudo, porque por coincidência, neste dia, era o dia do anjo. Diversas pessoas, durante o intervalo das gravações, pediam licença para tirar uma foto com a nossa atriz, que deve ter estampado várias linhas do tempo das redes sociais naquele dia. Tirando um pequeno acidente com a nossa atriz, foi um dia tranquilo com um sol brilhante e uma equipe muito bem alinhada e produtiva.

Nosso segundo dia começou na frente do museu Iberê Camargo, na calçada com vista para o rio. Era ali, em um banco isolado de todos, que a nossa “anja” encontrava a alma do homem, carregando-o para o céu. Era a última cena do clipe e mesmo com alguns contra tempos climáticos, tudo foi gravado com a mesma precisão e cuidados de sempre. Completado esta etapa, a equipe se dirigiu à zona sul da cidade para sua próxima locação: o cemitério Santa Casa de Misericórdia. Nesta locação construiríamos as imagens iniciais da nossa história, quando a nossa personagem desce à Terra. Captado todos os planos, a equipe se dirigiu a “lomba dos cemitérios”, como é popularmente chamada a av. Oscar Pereira (local onde ficam diversos cemitérios em Porto Alegre). Lá foram gravadas mais algumas imagens da nossa “anja” andando de bicicleta, procurando pela alma perdida. Gravações externas completadas, faltava apenas a última locação. E foi dentro desta locação, a casa do vocalista da banda, que produzimos um caixão. Luz pronta, cenário ajeitado, ator figurinado e maquiado. “Vai câmera, ação e… corta! Temos“.

E assim, terminávamos mais um trabalho e o colocávamos no forno da pós-produção. Deixamos aqui um agradecimento especial a toda equipe deste trabalho, a administração do Hospital Santa Casa que possibilitou as gravações no cemitério e a Equipe de Eventos da EPTC, que nos auxillou nas gravações externas pelas ruas da cidade. O nosso muito obrigado, também, a Andriele Becker, esposa do Alexandre, que ajudou na construção do figurino. E aos integrantes da Cabeça de lata, agradecemos mais uma vez a confiança no nosso trabalho. Que esta parceria, que já soma três videoclipes com este último trabalho, seja próspera e gere muito mais frutos!

CLIPES DA COLATERAL FILMES EM TOCANTINS

FestClipesTocantins2014_02

Saiu a lista do 7º Festival de videoclipes do Tocantins 2014!

E é com muito satisfação que anunciamos que dois trabalhos foram selecionados neste ano para fazer parte do festival. São os clipes: TUGBOAT da banda Lautmusik, dirigido pelo nosso amigo Filipe Barros e SORRISOS IMPOSSÍVEIS da banda Sándálias, dirigido pelo Eduardo Christofoli.

O festival acontece em Miracema e Paraíso no Tocantins. Maiores informações: http://www.agostoderock.com.br.

Um agradecimento especial as duas bandas, a produtora Baxada Nacional, aos apoiadores do projeto do clipe Tugboat no Catarse e ao elenco e equipe de ambos os trabalhos. Parabéns a todos nós!

SORRISOS IMPOSSÍVEIS, BY SANDÁLIAS

Olá!

O novo videoclipe produzido pela Colateral Filmes saiu do forno!

Trata-se do novo videoclipe da banda Sandálias Sorrisos impossíveis. Livremente inspirado no filme Irreversível, de Gaspar Noé, o vídeo mostra um triângulo amoroso onde o tempo destrói tudo. O clipe repete a parceria do diretor Eduardo Christofoli com a banda e conta com roteiro criado pelo vocalista Thiago Tabajara.

Ainda não viu? Clica no PLAY no vídeo abaixo e aumenta o som!

VAI SOM, CÂMERA E AÇÃO!

 

FotoOficina02

Terminaram no início deste mês as gravações do documentário As memórias que permanecem. Produzido pela Colateral Filmes, o filme, originado de uma oficina de vídeo realizado na comunidade do Porto Novo, conta a história de duas meninas ex-moradoras da Vila Dique, que hoje, moram no Porto Novo. Seus desejos, sonhos e memórias são registrados pelas lentes do diretor Eduardo Christofoli. Este trabalho pertence ao Projeto de Extenssão Memórias da Vila Dique, realizado pela Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e conta com apoio financeiro do edital do Proext.

TORNANDO UM PROJETO VIÁVEL

 

Ajudar o outro e receber algo em troca. Algo muito simples da cultura do ser humano, que agora ganha força em nossa rotina com a expansão da internet. O crowfunding, ou financiamento coletivo, tem o objetivo de realização de projetos através da união de diversos colaboradores que através de doações possibilitam ao projeto sair do papel, ou das cabeça de seus realizadores.

Mas afinal o que é financiamento coletivo? Resumindo rapidamente, podemos dizer que é uma espécie de vaquinha virtual onde pessoas apoiam financeiramente projetos criativos em troca de recompensas que variam de acordo com o valor contribuído. Se o orçamento total for atingido, o projeto recebe o dinheiro arrecadado e é posto em prática. Se o valor não for atingido, as pessoas recebem sua contribuição de volta.

Diversos artistas já utilizaram desta nova forma de produção de conteúdos para viabilização de suas obras. Entre eles, podemos lembrar do premiado álbum de Vitor Ramil (Foi no Mês que Vem), o último disco de Nei Lisboa (A vida inteira) e o último trabalho de estúdio da banda Raimundos (Cantigas de roda), que atingiu 200% do seu orçamento original. Porém, não são apenas os CD’s são objetos deste tipo de projeto, muitos videoclipes começam a sair do papel a partir desta nova possibilidade de financiamento. Foi assim que nós da Colateral Filmes fomos apresentados a esta nova forma de viabilização de trabalhos.

Tudo começou no ano passado, quando o diretor Filipe Barros e a produtora Baxada Nacional nos chamaram para co-produção do vídeo “Tugboat”, segundo single do álbum Lots in the tropics da banda Lautmusik. Esta experiência abriu nossos olhos para novas perspectivas e hoje elas se tornam mais uma possibilidade para os nossos clientes músicos. Mais um projeto foi colocado no forno do site Catarse (um dos sites de crowdfunding mais conhecidos do país) e precisa da sua ajuda para virar realizada. Estamos falando do novo videoclipe da banda Rosa Tattooada TARDES DE OUTONO.

A canção é uma dos clássicos da banda, porém nunca foi contemplada com um videoclipe ao longo dos 25 anos de história da Rosa… Como forma de presentear os fãs, a banda regravou a canção com um novo arranjo no seu mais recente CD intitulado “XXV”. Agora, a banda uniu forças com a Colateral Filmes para realização do seu projeto mais audacioso, mas, para isso, precisa da ajuda de vocês! Quer saber como ajudar? Acessa o site e faça parte deste o time de colaboradores: http://catarse.me/pt/tardesdeoutono.

ENCONTROS AUDIOVISUAIS

ReuniãoIECINE

Terça-feira, dia 13 de maio de 2014.

Local: sala C2 da Casa de Cultura Mario Quintana em Porto Alegre – RS.

Lá estavam reunidos, novamente, os seres estranhos do planeta audiovisual para a apresentação do novo diretor do Instituto Estadual de Cinema do Rio Grande do Sul, o IECINE-RS. O novo diretor, Juan Zapata, cineasta colombiano radicado no Brasil a mais de 10 anos, assumiu o cargo deixado por Luiz Alberto Cassol com uma missão árdua em suas costas: continuar a política de reestabelecimento do IECINE como instituição e propor novos rumos para o Instituto.

A Colateral Filmes estava lá e viu um diretor, aparentemente, à vontade com o novos desafios eminentes ao cargo. Ele falou um pouco de sua história e de como ela se entrelaçou com o Brasil, mais especificamente com o Rio Grande do Sul, que combinou com o convite para assumir a instituição. Fiel defensor da gestão anterior, Juan defendeu que para fortalecer o cinema produzido no sul do país precisamos de duas coisas: primeiro, transformar o cinema gaúcho em produto e segundo, retirar o rótulo de “gaúcho” das obras produzidas aqui no Estado.

Assim, destacou que a individualidade do trabalho torna o nosso cinema menos competitivo no mercado interno e externo. O que nos fortalece são as parcerias setores e mercado. Esta é a nova política proposta pela atual diretoria: internacionalização dos processos do cinema gaúcho. Para isso, estão sendo feitas diversas ações e parcerias com as entidades do setor (Fundacine, APL do Audiovisual, APTC-RS e SIAV-RS) com o objetivo é unir as empresas produtoras e suas obras, de forma que possamos alcançar novos horizontes para comercialização e produção dos nossos conteúdos.

De forma a fortalecer estas políticas estão sendo formadas parcerias com canais de televisão da América Latina para possíveis licenças de conteúdos audiovisuais gaúchos. E como existe planos de trabalhar conectado as novas mídias, há previsão de criação de um canal no Youtube para exibição de conteúdo exclusivamente produzido nestas terras. “O que queremos é que os filmes não fiquem mais nas gavetas dos produtores”, enfatizou o diretor do IECINE. Esta estratégia visa aproximar as produtoras de distribuidores de conteúdos internacionais e encontrar novas formas de financiamento e difusão de conteúdos. “Nós crescemos como realizadores, quando o nosso filme chega ao maior público possível”, lembrou Juan.

O caminho parece promissor, talvez um pouco tardio, mas sempre válido. Acreditamos nestes novos caminhos! O importante é continuar a fortalecer a criação de uma marca que identifique o que é daqui sem rótulo, mostrando a todo país e fora dele também, que somos contadores de histórias universais, tanto quanto qualquer outro.

PARTIU?! – TRAILER OFICIAL

Olá!

E está chegando a hora, PARTIU?! a primeira série produzida pela Colateral Filmes estreia na TVE-RS! Serão quatro episódios, exibidos a partir do dia 27 maio, sempre às 20h, no canal 7.

Criada pelo nosso já parceiro de longa data Bruno Carvalho, a série conta uma história que mostra os desafios que um grupo de adolescentes tem de passar para atingir os seus objetivos. Samuel (Giorgio Donatto) é amigo de Andressa (Juliana Silva), que após a trágica perda do pai, resolve ir procurar o avô. Sua única pista é um pingente em forma de navio, que o pai da garota lhe deu antes de morrer.

O elenco conta, também, com: Pedro Saul, Gustavo Acioli, Gabriel Donatto, Josiane Donatto e a participação especial de Leonardo Machado.

Ficou curioso? Dá uma olhada no trailer e vê como ficou:

A série foi financiada pelo RS Polo Audiovisual – Histórias do Sul da sistema Pró-Cultura – FACRS e teve como locações as cidades de Alegrete, Jaguarão, Porto Alegre, São Miguel das Missões e Torres.

FINAL DA LINHA – MIXAGEM CONCLUÍDA!

Olá!

Depois de muito trabalho anunciamos que concluímos os trabalhos de edição de som e mixagem do nosso último curta metragem Final da linha, dos Irmãos Christofoli. E para comemorar mais uma etapa vencida do projeto, dá uma olhada no inventivo cartaz do filme que os nossos amigos do StudioOne fizeram, clicando aqui.

Ficou curioso? Então, assiste o trailer do filme e vê como está ficando: