Diário de produção: clipe “Sorrisos impossíveis” – Pt. 2

ClipSandalias_Dia2_03

Era uma quarta-feira de 2013.

Um dia ensolarado na nossa querida cidade de Porto Alegre. Porém, a nossa missão não era das mais simples: tínhamos que recuperar uma cena que não havia sido gravada na diária anterior e ainda dar conta do planejado para esta segunda diária. Então, com o raiar do sol, lá estava a nossa equipe pronta para trabalhar. Este era o segundo dia de gravação do videoclipe SORRISOS IMPOSSÍVEIS da banda Sandálias. A locação escolhida, um local cobiçado pela banda por longa data: os Jardins da Estação de Tratamento de Água do DMAE no bairro Moinhos de Vento.
Após chegarem e se instalarem a nossa equipe liderada pelo produtor e diretor Eduardo Christofoli, logo tratou de preparar a primeira cena do dia. Depois de devidamente figurinados e maquiados, lá estavam, na frente da câmera, a atriz Lesiane Morato e o ator Lucas Krug. A primeira cena  que gravamos era um reencontro do casal da nossa história. Ali, o personagem do Lucas pede a personagem da Lesiane em casamento. Ela fica sem saber o que dizer, porque… bem, melhor deixarmos o resto para quando o clipe estiver pronto.

Terminado esta cena, era hora de ir para outra ponta do clipe, o fim. Isto porque a cena anteriror era começo do clipe e o fim da nossa história. Agora, partiríamos para o fim do clipe e começo da nossa história. Quem viu o filme Irreversível sabe do que estamos falando. A cena em questão era de simples atuação. A nossa atriz deveria apenas ficar lendo um livro, receber uma mensagem de texto no celular e depois sair de cena. Já a parte técnica envolveu a atenção de toda a nossa equipe, pois tratava-se de uma cena chave para o entendimento linear da nossa história.

Depois de alguns testes, é hora de gravar! Alguns “ação”, “corte” e revisões depois e o diretor dá por encerrado esta sequência. Era hora de aproveitar o lindo dia de sol e explorar um pouco as paisagens oferecidas pelos Jardins da Estação Moinhos. Alguns planos de movimentação para cá. Algumas caminhadas para lá. Sobe escada, desce escada. Passa pelo nosso amigo Pedro Pares (baixista da Sandálias em sua participação especial) lendo jornal. Caminha até o velho casarão, volta. Depois de muito mais ações do que atuações, nossa equipe é obrigada a encerrar as atividades, pois o nosso amigo sol havia ido embora.

Resta agora uma terceira diária para podermos encerrar este trabalho com chave de ouro!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s